• Comunicação Explore

5 dicas para sua ida a museus com crianças ser incrível (e +: 7 museus em SP para você experimentar)

Para desenvolver a criatividade, é importante ter um repertório diversificado. Por isso, é importante os pais criarem roteiros culturais que incluam museus e exposições.

Além de ser um passeio, os museus colocam o jovem em contato com um universo muito rico para aprendizagem criativa. Em uma única visita, eles podem notar elementos históricos, aspectos socioculturais, estratégias para resolução de problemas, estímulos sensoriais, conectando-se com o mundo de forma especial.

Agora, como fazer para criar interesse genuíno pelas crianças e jovens nos passeios culturais, sem que fechem a cara e comecem a frase típica: “já podemos ir embora?”.

De mãe para mãe (e pais)

Projeto Pinafamília, da Pinacoteca do Estado de São Paulo. Créditos: site da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.

Nossa inspiração para este post, “Como Educar uma criança para gostar de museus”, publicado há algum tempo, pela Porvir.org. É uma versão do artigo original da canadense Heather Greenwood Davis para o site Family Time, da National Geographic.

Mãe de dois garotos, ela relacionou na matéria várias dicas de como tornar idas a museus uma experiência divertida para toda a família. “Depois de dezenas de visitas a museus e uma diminuição no número de reclamações, eu acho que encontrei o segredo” conta.

Como o conhecimento e o repertório cultural são valores muito importantes aqui na Explore, resgatamos esse conteúdo e incluímos ainda uma lista de 7 museus para você aplicar as dicas da Heather e criarem uma nova relação com os museus e transformar a visita em um programa repleto de animação!

#1 - Considere os gostos das crianças na escolha

A primeira dica da Heather é incluir os gostos e interesses da criança na hora de escolher o local. Se ela ama determinado assunto, como dinossauros ou o espaço, é preferível que o passeio traga o tema à tona, o que ajuda a prender sua atenção.

#2 - Museus a céu aberto

O contato com a arte não precisa acontecer apenas em locais fechados e tradicionais. Hoje em dia a arte pode ser encontrada nos mais diversos lugares, Murais e grafites a céu aberto, apresentações na rua de teatro, mímica, música, podem despertar o interesse do pequeno pela expressão artística.

#3 - O interesse da criança começa na rua

Para Heather, o museu pode “convidar” a criança a conhecê-lo e evitar que a visita se torne uma obrigação. “Um dinossauro gigante do Museu Real de Ontário nas janelas superiores fez meus filhos me pedirem para entrar, e não o contrário”. Que tal incluir passar com as crianças na frente dos lugares dos museus e despertar o interesse para o que está lá dentro?

#4 - Interatividade faz parte da experiência

A exploração não precisa ser apenas visual. Se a exposição que você quer levar seu filho tiver atividades interativas e mão na massa, que estimulem outros sentidos, será mais divertido e ajuda a manter a atenção por mais tempo. É a maneira infalível de tocar o coração das crianças” diz Heather, referindo-se ao fato de que aprendemos também por meio de toque e de jogos, por exemplo.

#5 - Não esgote a experiência na primeira visita

Outra dica de Heather é: “Vá embora cedo”. Não significa que a visita deva ser superficial, mas essa estratégia impede que a criança fique cansada e aborrecida com o lugar, e também deixa um gostinho de quero mais. Vale lembrar que quanto mais nova é a criança, mais rápido ela cansa. Se os adultos amarem a visita e quiserem fazer uma observação mais atenta, é melhor reservar outro dia para fazer isso sem as crianças.

Curtiu os conselhos? A gente também!

Aproveite agora uma listinha básica de museus em São Paulo para você planejar sua aventura com a família!

1- Museu Catavento

Localizado no Palácio das Indústrias, no centro da cidade, é a “meca” de quem ama aprendizagem criativa e a cara da Explore. Afinal, lá - como aqui - “você aprende enquanto se diverte”. Foi criado em 2009 para ser um espaço interativo que apresente a ciência de forma instigante para crianças, jovens e adultos. O museu é interativo e oferece diversas atividades para divertir pessoas de todos os gêneros e idades!

Veja aqui a nossa opinião e detalhes sobre a programação do Museu Catavento em outro post sobre ele. O Museu Catavento abre de terça a domingo, das 9h às 17h (acesso encerra às 16h). Às terças-feiras, a visitação é gratuita. No resto da semana, a entrada inteira custa R$10,00. Meia entrada a R$ 5 para: aposentados e idosos; crianças de 4 a 12 anos; estudantes com carteirinha e agentes escolares; pessoas com deficiência.

2- Casa Mário de Andrade

Com oficinas interativas voltadas ao teatro, música, literatura e pintura, a casa onde o famoso poeta brasileiro Mário de Andrade viveu foi transformada em morada da paixão por arte e cultura. Situado na Barra Funda, o passeio é gratuito e acontece de terça a sábado das 10h às 21h30. Aos domingos, abre às 10:00h e fecha às 18h.

3- Museu do Futebol

O Museu do Futebol é um passeio imperdível mesmo para quem não é apaixonado pelo esporte mais popular do Brasil. Lá é possível conhecer a história do futebol, sua relação com a arte e o impacto do esporte na vida das pessoas, por meio de experiências sonoras e visuais. Funciona de terça a domingo, das 09h às 17h. Entrada inteira de R$15,00 e R$7,50 a meia entrada.

4- Museu da Imigração

O Museu da Imigração é uma opção para os jovens compreenderem sobre seus antepassados recentes e a trajetória que fizeram rumo ao “novo mundo” desde os primeiros ciclos migratórios para o Brasil até momento atual.

Entender o Brasil, em parte, significa compreender a composição do caldo cultural dos povos que deram origem à nossa sociedade, vindos de diferentes pontos do mundo. Essa “mistura” faz parte da nossa história assim como do nosso futuro.

O Museu da Imigração está na Moóca e abre de terça a sábado, das 09h às 17h. Aos domingos, a visitação começa às 10h. Durante a semana, o valor da entrada comum é R$10,00 e meia entrada custa R$ 5, Aos finais de semana, o passeio é gratuito.

5- Museu de Arte Contemporânea da USP

A arte contemporânea é conhecida por ser inovadora e trazer reflexão sobre a obra apresentada. O abandono do tradicional e a utilização de diferentes materiais, cores e formas costuma prender a atenção de crianças e jovens, mantendo-os entretidos. O museu fica na Vila Mariana, ao lado do Parque Ibirapuera, e funciona de terça a domingo das 10h às 21h. A entrada é gratuita todos os dias da semana.

6- Museu da Imaginação

Outro museu com a vibe da Explore é o Museu da Imaginação. Ele nasceu com o objetivo de oferecer para as crianças um espaço inclusivo, onde elas têm total autonomia para explorar sua criatividade em atividades e exposições 100% interativas. Dessa forma, o visitante pode brincar livremente enquanto aprende, seguindo métodos muito parecidos com os nossos aqui da Explore! Horário de funcionamento e preços

  • De terça a sexta, das 10h às 13h e das 14h às 17h, sendo que o ingresso para crianças de 2 a 12 anos custa R$ 65.

  • Sábados, domingos e feriados: horário único das 10h às 18h, e as crianças pagam R$70. A entrada para adultos tem preço fixo de R$ 50.

Ingressos são comprados pela Ticket Fácil

Saiba mais sobre as atividades disponíveis aqui.

53 visualizações

PARCEIROS

Nossas rede sociais

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

© Explore   2019  -  Todos os direitos reservados